HCP Gestão
Blog

HSS investe em estratégias importantes para garantia da segurança do paciente

A frequência e a gravidade dos danos causados pela assistência tem se tornado um desafio constante para a qualidade na área da saúde, afetando em média 10% das admissões hospitalares. Diante disto, o Hospital São Sebastião (HSS), em Caruaru, tem atuado de forma efetiva no desenvolvimento de programas e estratégias que buscam a garantia da qualidade na assistência através da instalação da Cultura pela Segurança do Paciente. A unidade, através do Setor de Gerenciamento de Risco, vem realizando a coleta de dados através das notificações de EA’s (Eventos Adversos) como alergia, flebite, broncoaspiração, lesão por pressão e queda.

“Montamos uma estratégia para que os profissionais da assistência direta possam contribuir com o monitoramento desses incidentes. Entender a importância dessas notificações é assegurar uma assistência de qualidade ao paciente, minimizando os erros, já que a maioria dos casos de eventos adversos acontecem durante a assistência”, destacou a enfermeira do Comitê de Gerenciamento de Risco, Janily Medeiros, durante a apresentação da 1° ficha de notificação semestral.

Para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), um EA inclui qualquer sinal desfavorável acometido aos pacientes durante a submissão aos cuidados de saúde e não intencional. No Hospital São Sebastião, toda a equipe da assistência foi apresentada a uma plataforma digital, que recebe as notificações de incidentes, EA e queixas técnicas (QT) relacionadas ao uso de produtos e de serviços, através de placas com QR Code, dispostas nos corredores da unidade. “Assim, não só os profissionais da assistência direta, como pacientes e acompanhantes também possam atuar efetivamente para o fornecimento de dados”, destacou Janily Medeiros. Os dados sobre os notificadores são confidenciais e sua guarda é de responsabilidade do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária.

Além de promover o retorno mensal de informações aos notificadores, o Comitê de Gerenciamento de Risco do HSS vem atuando com base nos resultados obtidos na criação de medidas de prevenção pertinentes, detectando riscos no cuidado aos setores e áreas que mais necessitam de atenção, determinando as causas dos EA’s e criando práticas efetivas para a redução dos riscos e a segurança do paciente internado na unidade. “Toda notificação gera uma ação. Estamos trabalhando e identificando o tipo e a incidência de algumas notificações específicas, para que as informações geradas possam nos dar resultados fidedignos e estruturados no sentido de desencadear uma ação efetiva sobre a notificação”, finalizou Janily.

Unidade do Governo do Estado, o Hospital São Sebastião está sob a direção de Luciana Melo e é administrado pelo HCP Gestão, Organização Social de Saúde do Hospital de Câncer de Pernambuco.