HCP Gestão
Blog

Hospital da Mulher do Recife completa cinco anos com mais de 1,3 milhão de atendimentos

 

A unidade celebrou a data com ações educativas, inauguração de painel e lettering humanizados e apresentação da banda do CME. 

Nesta segunda-feira (10), o Hospital da Mulher do Recife, no Curado, completou cinco anos de funcionamento. A unidade é referência na assistência humanizada ao parto e em diversas outras especialidades, como gestação de alto risco, atenção à mulher vítima de violência e especialidades ambulatoriais. “Estamos atendendo também pacientes com a Covid 19, sendo um setor de internamento com 30 leitos de UTI e 10 de Enfermaria. Um trabalho que enfrentamos com empenho e esperança de dias melhores para todos acometidos por essa doença tão desafiadora”, afirmou a diretora geral do HMR, Isabela Coutinho. 

As atividades começaram logo cedo, com palestras educativas sobre vários assuntos, entre eles a saúde mental na pandemia, planejamento familiar e nutrição, entre outros. Além disso, ao longo do dia, foram distribuídas máscaras de proteção facial para pacientes, inaugurados um painel de arte na entrada do setor Covid e um painel de lettering no 1º andar. O setor de nutrição do HMR preparou um almoço e uma ceia especiais em comemoração aos 5 anos. Para encerrar o dia, toda a equipe acompanhou a apresentação musical da Banda do Comando Militar do Nordeste. 

Em cinco anos de funcionamento, o Hospital da Mulher do Recife já realizou 913. 274 exames; 228.151 consultas; 117.373 atendimentos na emergência; 4.440 cirurgias; 24.319 partos sendo 16.052 normais e 8.267 cesáreas, entre outros. O número de procedimentos totais é de 1.362.905. “Tão expressivo quanto os dados é a nossa determinação em manter um serviço cuja filosofia da humanização garante uma assistência acolhedora e qualificada”, enfatizou Filipe Bitu, superintendente geral do HCP Gestão. 

O Hospital da Mulher, que representou um marco na história da cidade, por ser a primeira unidade de grande porte construída pelo município e para atendimento exclusivamente do público feminino, vem crescendo ao longo do tempo. No final de 2019, inaugurou a ala de alto risco composta por UTI da Mulher, UTI Neonatal, UCI Neonatal, UCI Canguru e Enfermaria de Alto Risco.